Alimentação e saúde dos olhos

A Importância De Uma Boa Alimentação Para A Saúde Dos Olhos

Durante nossa infância, era comum ouvir dos nossos pais ou avós que determinado alimento era bom para a saúde dos olhos. Contudo, será que é uma verdade ou apenas crendice popular? Será que há, de fato, uma relação entre alimentação e saúde dos olhos?

Quer saber a resposta? Então, não deixe de ler este post. Nas próximas linhas, explicaremos mais sobre o assunto.

Qual a relação entre alimentação e saúde dos olhos?

Nossos olhos são órgãos sensíveis e que estão continuamente expostos ao estresse oxidativo, uma condição relacionada ao excesso de radicais livres que pode provocar o envelhecimento precoce das células.

Geralmente, o estresse oxidativo ocular ocorre pelo excesso de exposição aos raios solares, alta taxa de consumo relativo de oxigênio e alta concentração de ácidos graxos poliinsaturados. Para evitar esse processo, a alimentação exerce grande influência.

Ademais, com uma alimentação balanceada e nutritiva é possível retardar o aparecimento de diversas doenças oculares, como a catarata e a degeneração macular relacionada à idade (DMRI).

Da mesma forma, dietas restritivas podem comprometer a saúde dos olhos, pois, o bom funcionamento das células oculares e a sua multiplicação só ocorrem se elas forem bem nutridas.

Ainda, essa é a relação entre alimentação e saúde dos olhos. Como muitos desses nutrientes não são produzidos pelo corpo, é necessário inseri-los nas suas refeições diárias. Para isso, você precisa saber quais são os alimentos que contém esse valor nutricional.

Quais alimentos são bons para os olhos?

Uma alimentação balanceada é baseada na ingestão de vitaminas, sais minerais e ácidos graxos. Por isso, é importante conhecer quais alimentos possuem cada nutriente necessário para a saúde dos olhos. Então, vamos a eles.

Vitaminas

Entre as vitaminas mais imprescindíveis para nossa visão estão a A, E e C, que podem ser encontradas em alimentos de cores roxas, vermelha e alaranjada, como, por exemplo, beterraba, jabuticaba, abóbora, laranja e o mamão.

Ainda, essas vitaminas funcionam como antioxidantes, combatendo os radicais livres e o envelhecimento dos olhos. Ademais, a vitamina A atua na formação dos pigmentos visuais e no crescimento, desenvolvimento e manutenção das células das camadas superficiais da córnea e da conjuntiva.

Minerais

Os minerais são nutrientes essenciais para a saúde ocular, principalmente o zinco e o cobre. O primeiro está presente em mais de 300 reações bioquímicas do corpo, sendo encontrado em grande concentração nos tecidos oculares.

Já o cobre é necessário para a formação do colágeno, que faz parte da composição dos tecidos conjuntivos oculares, e também está presente na hemoglobina. O zinco pode ser encontrado nas carnes vermelhas, ostras, feijão e no amendoim. O cobre está no cacau em pó, aveia e no brócolis.

Ácidos graxos

Os ácidos graxos, como o ômega 3 e suas frações DHA e EPA, são especialmente importantes para a retina, pois, protegem a formação e a transmissão do estímulo visual, além de atuarem como um anti-inflamatório natural. 

Ainda, as melhores fontes desses ácidos são os peixes de águas frias, como o atum e o salmão. Assim, com a ingestão desses alimentos você também ajuda a manter o filme lacrimal hidratado, evitando o problema dos olhos secos.

Portanto, como você pode perceber, há uma profunda relação entre alimentação e saúde dos olhos. Então, se deseja evitar alguma doença ocular, recomendamos que insira esses alimentos em sua dieta.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como oftalmologista em São Paulo!

Comentários

Posted by Dra. Erika Uchida