blefaroplastia

O que é blefaroplastia?

A blefaroplastia é uma cirurgia plástica realizada na região dos olhos. Sua principal finalidade, assim, é levantar as pálpebras e eliminar as bolsas de gordura que se acumulam nas pálpebras inferiores. Além disso, o procedimento garante um aspecto mais jovem ao olhar – como também elimina rugas e flacidez, promove grandes melhorias na aparência do rosto.

Quando a blefaroplastia é recomendada?

 

Conheça os casos em que a cirurgia palpebral é indicada pelos especialistas (e tem ótimos resultados!):

Excesso de pele ou flacidez nas pálpebras

 

Com o passar do tempo, a pele começa a perder parte da sua elasticidade, o que pode acarretar em flacidez, principalmente na área dos olhos, onde a pele é mais fina. Além disso, é comum que muitas pessoas também sofram com o excesso de pele nas pálpebras, que ficam com um aspecto “caído”. Para ambos os casos, a blefaroplastia é indicada e pode ser a solução do problema.

Bolsas de gordura nas pálpebras inferiores

 

Outro problema que acomete e incomoda inúmeras pessoas são as bolsas de gordura, que se acumulam nas pálpebras inferiores e dão a impressão de que os olhos estão sempre  inchados. Para esses casos, a blefaroplastia também é indicada, pois ela elimina toda a camada de gordura, promovendo um olhar mais aberto e mais “lisinho”.

Casos de ptose ou pseudoptose palpebral

 

Já ouviu falar nesses problemas? A ptose se refere à queda das pálpebras devido a causas musculares, isto é, quando o músculo perde a sua força para se sustentar sozinho. Por sua vez, a pseudoptose palpebral corresponde à queda das pálpebras por excesso de pele. Nos dois casos, a blefaroplastia é recomendada, uma vez que levanta e sustenta as pálpebras, fazendo com que retornem às suas características normais.

Xantelasmas

 

As xantelasmas são pequenas protuberâncias (espécie de “bolinhas”) que se formam nas pálpebras por conta do colesterol. Nestes casos, a blefaroplastia também é a solução para o problema, eliminando, de forma adequada, esse incômodo que pesa o olhar.

Rugas

 

Com o passar dos anos, as primeiras rugas começam a aparecer. Como a região dos olhos tem a pele mais fina, é a área que mais fica enrugada. Mais uma vez, a blefaroplastia pode entrar em cena para minimizar e/ou eliminar as marcas de expressão, possibilitando um aspecto mais jovem.

Procedimentos da blefaroplastia

Para a realização da cirurgia de blefaroplastia, é dada a anestesia local com sedativo ou a anestesia geral. Primeiro, o médico faz a marcação de todo o excesso de pele que deverá ser retirado e, em seguida, realiza o corte com um bisturi. Posteriormente, ele utiliza um bisturi elétrico para cauterizar a região e então finaliza com os pontos. O tipo dos pontos fica a critério do cirurgião, que pode optar tanto pelos pontos que se extraem do corpo naturalmente (chamados de absorvíveis) ou pelos pontos removíveis, que são retirados pelo próprio médico.

 

Os cuidados antes da cirurgia incluem suspender todos os medicamentos anticoagulantes e realizar todos os exames de sangue, tais como hemograma e coagulograma. Para quem fuma, é importante deixar o cigarro de lado por, pelo menos, um mês antes e até dois meses depois do procedimento.

 

No pós-operatório, recomenda-se o repouso de uma semana para a melhor cicatrização dos pontos, além de cuidados importantes para proteger os olhos do sol e de outros fatores que possam prejudicar a recuperação.

E você, gostou do conteúdo? Gostaria de saber mais sobre alguma questão que não foi abordada? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais sobre meu trabalho como oftalmologista em São Paulo!

Posted by Dra. Erika Uchida