A catarata está dentre as principais causas de cegueiras no mundo e geralmente se desenvolve de forma lenta com o passar dos anos. É um problema que acontece, geralmente, pessoas mais velhas. 

De maneira gradativa, a catarata embasa a visão dificultando enxergar em todas as distâncias. Identificar a doença o mais cedo possível e procurar o devido tratamento é o segredo para evitar problemas sérios e definitivos.

Contudo, conhecer sobre tudo sobre a doença é o primeiro passo para agir em tempo hábil e ter o tratamento adequado. Se você deseja saber mais sobre a catarata, continue a leitura e confira neste post tudo sobre o assunto! 

O que é a catarata? 

A catarata é a doença que causa a opacidade do cristalino, que é a lente natural dos olhos, denominada cristalino. Acontece de forma gradual, ou seja, com o tempo o cristalino vai perdendo a transparência, comprometendo a visão. 

Tem um desenvolvimento bastante lento e no início pode ser imperceptível, mas com o tempo e falta de cuidados pode afetar significativamente a visão, necessitando de uma intervenção cirúrgica para evitar a cegueira.

Tipos da doença

A catarata pode afetar cada individuo de formas diferentes, entretanto, é geralmente relacionada com a idade. Existem 5 tipos de carata que são diagnosticados por exames e consultas com o oftalmologista. São elas:

Quais as causas?

As causas da catarata são diversas e também vai depender do organismo e de cada indivíduo. Pode surgir por uma única causa ou pelo conjunto delas. Conhecer esses problemas é importante para a prevenção da doença. As principais causas são:

Quais são os sintomas? 

Os sintomas da catarata são provenientes da dificuldade de enxergar, devido à opacidade do cristalino. A pessoa começa a enxergar embasado, ter a visão nebulosa, forte sensibilidade a luz, dificultada para executar atividades cotidianas e a enxergar manchas escuras.

Pode acontecer que os sintomas apresentem em conjunto e de forma lenta. Como a perda da qualidade pode demorar, a pessoa pode se acostumar e a situação ir se agravando com o tempo. Por esse motivo, é importante manter consultas regulares com o oftalmologista.

Como funciona o tratamento?

O diagnóstico precoce é essencial, pois o avanço da catarata pode ser interrompido com medidas preventivas e medicações simples no início. Nos casos mais graves é preciso realizar a cirurgia de catarata, que é uma cirurgia simples e de recuperação tranquila.

O melhor tratamento para a carata é a prevenção. Por conta disso, é importante manter uma alimentação balanceada, reduzir o tabagismo e usar óculos de sol. Se notar que algum sintoma se manifestou, não perca tempo e procure imediatamente uma oftalmologista.

Como percebeu, a catarata é uma doença grave, mas que pode ser controlada e o individuo ter uma vida normal. Para tanto, o melhor caminho é se prevenir e cuidar da saúde visual, pois ela é indispensável para a sua qualidade de vida.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como oftalmologista em São Paulo!