conjuntivite

6 tipos de conjuntivite

A conjuntivite é uma inflamação ou inchaço da conjuntiva, que é a fina camada transparente de tecido que reveste a superfície interna da pálpebra e cobre a parte branca do olho. Frequentemente chamada de “olho rosa”, a conjuntivite é uma doença ocular comum, especialmente em crianças. Ela pode afetar um ou ambos os olhos.

Algumas formas de conjuntivite são altamente contagiosas e podem se espalhar facilmente nas escolas e em casa. Embora a conjuntivite seja uma infecção ocular simples, às vezes pode evoluir para um problema mais sério.

Sintomas da conjuntivite

Pessoas com conjuntivite podem apresentar os seguintes sintomas:

  • sensação arenosa em um ou nos dois olhos;
  • prurido ou sensação de queimação em um ou nos dois olhos;
  • lacrimejamento excessivo;
  • pálpebras inchadas;
  • descoloração rosa nos brancos de um ou dos dois olhos;
  • maior sensibilidade à luz.

O que causa a conjuntivite?

Existem três tipos principais de conjuntivite: alérgica, infecciosa e química. A causa da conjuntivite varia de acordo com o tipo. Uma infecção viral ou bacteriana pode causar o distúrbio.

A doença também pode se desenvolver devido a uma reação alérgica a substâncias irritantes do ar, como pólen e fumaça, cloro em piscinas, ingredientes em cosméticos ou outros produtos que entram em contato com os olhos, como lentes de contato. Doenças sexualmente transmissíveis, como clamídia e gonorreia, são causas menos comuns de conjuntivite.

Tipos de conjuntivite

1. Conjuntivite alérgica

Ocorre mais comumente entre pessoas que já têm alergias sazonais. O problema é desenvolvido quando existe contato com uma substância que desencadeia reação alérgica nos olhos.

2. Conjuntivite papilar gigante

É um tipo de conjuntivite alérgica causada pela presença crônica de um corpo estranho no olho. As pessoas que usam lentes de contato rígidas ou gelatinosas – que não são substituídas com frequência -, são mais propensas a desenvolver essa forma de conjuntivite.

3. Conjuntivite infecciosa ou bacteriana

É uma infecção causada com mais frequência por bactérias estafilocócicas, ou estreptocócicas, de sua própria pele ou sistema respiratório. Insetos, contato físico com outras pessoas, falta de higiene (tocar o olho com mãos sujas) ou usar maquiagem e loções faciais contaminadas também podem causar a infecção.

Compartilhar maquiagem e usar lentes de contato que não são suas, ou que são limpas incorretamente, também podem causar conjuntivite bacteriana.

4. Conjuntivite viral

É causada por vírus contagiosos, associados ao resfriado comum. Pode desenvolver-se através da exposição à tosse ou espirro de alguém com uma infecção do trato respiratório superior. A conjuntivite viral também pode ocorrer quando o vírus se espalha pelas membranas mucosas do corpo, que conectam os pulmões, a garganta, o nariz, os canais lacrimais e a conjuntiva. 

5. Conjuntivite neonatal

É uma forma grave de conjuntivite bacteriana que ocorre em recém-nascidos. Esta é uma condição séria que pode levar a danos permanentes nos olhos, se não for tratada imediatamente. A oftalmia neonatal ocorre quando uma criança é exposta à clamídia ou gonorreia, enquanto passa pelo canal de parto. 

6. Conjuntivite química

Pode ser causada por substâncias irritantes, como poluição do ar, cloro nas piscinas e exposição a produtos químicos nocivos.

Diagnóstico e tratamento da doença

A conjuntivite pode ser diagnosticada através de um exame oftalmológico. O tratamento adequado para a conjuntivite depende de sua causa e tem três objetivos principais:

  • aumentar o conforto do paciente;
  • reduzir ou diminuir o curso da infecção ou inflamação;
  • impedir a propagação da infecção em formas contagiosas de conjuntivite.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como oftalmologista em São Paulo!

Comentários

Posted by Dra. Erika Uchida