presbiopia

Como corrigir a presbiopia

Também conhecida como “vista cansada”, a presbiopia é uma doença no olho que dificulta visualizar objetos que estão próximos à pessoa. Ela acontece por conta do desgaste natural dos olhos humanos.

Todos nós, com o tempo, sofremos com a perda da elasticidade do cristalino. Com isso, enxergar com nitidez fica mais difícil. Porém, esse é um problema comum, que atinge a maioria da população.

Por isso a importância de ir ao oftalmologista anualmente, principalmente após os 40 anos. Assim, se a presbiopia for diagnosticada, ela pode ser tratada facilmente com a ajuda do especialista.

Quais os sintomas?

Pessoas com esse problema apresentam sintomas, como:

  • Não conseguir focar objetos próximos;
  • Não conseguir ler de perto, afastando o objeto para distâncias não usuais para leitura;
  • Dor de cabeça;
  • Sentir o olho cansado;
  • Sensação de ardor nos olhos após leituras;
  • Sentir a pálpebra pesada;

Lembre-se, somente um oftalmologista pode diagnosticar qual realmente é o problema, então, caso esteja com algum desses sintomas, vá ao médico especialista.

É possível corrigir a presbiopia?

A presbiopia é a evolução natural dos olhos. No entanto, existem tratamentos que ajudam a controlá-la e que auxiliam de forma positiva no dia a dia do paciente.

A forma mais comum de tratamento, que ajuda a compensar a falha na visão, é o uso de óculos ou lentes, que podem ser somente para perto, bifocais ou multifocais. Quem decide exatamente qual o modelo mais adequado é o médico, juntamente com o paciente.

Existem algumas lentes modernas, que se adaptam a cada olho. Esses podem vir até mesmo com filtros, iguais aos de óculos de sol, que bloqueiam os raios ultravioletas. Mesmo óculos com lentes transparentes podem ter o tratamento para proteção ultra-violeta.

Porém, levando em consideração que não se pode usar lentes de contato o tempo inteiro, o uso dos óculos continua indispensável para aqueles que sofrem com esse tipo de problema.

Existe também a cirurgia. Apesar de ser um método ortodoxo, algumas pessoas escolhem a prática. Ela é feita a laser e o objetivo é modificar a curvatura da córnea. Mas, como citado anteriormente, este não é um método popular para pacientes que já apresentam presbiopia. Converse com o seu médico sobre essa opção.

E outra opção de cirurgia é para pessoas que apresentam catarata. Com a evolução das lentes intra-oculares, já é possível corrigir a presbiopia.

Como prevenir a doença

A presbiopia é natural quando falamos do envelhecimento do olho. Sendo assim, não há maneiras eficazes de preveni-la. Porém, o aparecimento pode ser retardado com algumas medidas, sendo elas:

  • Ir ao oftalmologista periodicamente;
  • Evitar ler textos que tenham fontes muito pequenas;
  • Fazer pausas ao usar dispositivos eletrônicos;
  • Não usar óculos de leitura sem saber o grau necessário. Usar grau mais forte que o necessário pode acelerar a presbiopia.

Qual a causa da doença?

Além da idade, que é inevitável, problemas no próprio olho, como a redução na capacidade de transmissão da luz, também podem causar a presbiopia.

O ideal é marcar uma consulta com o oftalmologista pelos menos uma vez ao ano, principalmente depois dos 40 anos, para checar se a presbiopia está se formando e analisar o que pode ser feito para manter a visão boa e confortável.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como oftalmologista em São Paulo!

Comentários

Posted by Dra. Erika Uchida