visão

Como saber se seu filho tem problemas de visão?

Os problemas de visão são consideravelmente comuns, principalmente na idade escolar – quando a vista é mais forçada para atividades que exigem concentração da criança.

A questão é que, se não identificados e tratados, esses problemas podem se agravar, podendo afetar o aprendizado, a personalidade, o comportamento e a própria adaptação ao ambiente escolar. A depender da doença, ela pode, ainda, influenciar a participação da criança em esportes, instrumentos ou simples brincadeiras.

Assim, conclui-se que a boa visão é fundamental para que a criança se desenvolva na escola e demais atividades em que participa. É nessa fase que surge o questionamento: como identificar que o meu filho está com problema de visão, se ele nunca falou nada a respeito? Para responder a essa questão, comum entre os pais, leia este artigo.

Sintomas

Entre os sinais indicativos de que a criança está com algum problema de vista, podem-se destacar:

  • Aproximar-se demais das coisas. A criança com problema de visão lê livros ou assiste à televisão aproximando-se o quanto possível. Atente nesse sinal, que certamente será um dos mais expressivos.
  • Estar sempre com os olhos lacrimejando ou ter alta sensibilidade a ambientes muito iluminados.
  • Inclinar o pescoço e a cabeça ou fechar levemente os olhos para tentar enxergar algo melhor.
  • Não conseguir manter a leitura sem usar um dedo como guia, perdendo-se facilmente sem esse apoio.
  • Coçar os olhos. É claro que alguns agentes e alguns tipos de alergia podem implicar a vontade de coçar os olhos. Mas, se a criança faz isso em excesso, sem causas aparentes, o recomendado é investigar.
  • Manter alguns hábitos com um dos olhos sempre fechados, como para assistir à TV, ler um livro ou usar o celular/tablet.
  • Reclamar de cansaço nos olhos ou dor de cabeça frequente.
  • Evitar o hábito de jogar ou assistir a algo no celular, tablet ou computador porque olhos ou a cabeça doem.
  • Evitar fazer qualquer atividade, no geral, que envolva a visão, seja de perto ou a longa distância.
  • Recusar-se a participar de determinadas atividades escolares.
  • Receber reclamações ou notas mais baixas na escola.

Ocorrendo um ou mais desses sinais, deve-se levar a criança a uma consulta com um médico oftalmologista, que poderá identificar a origem da condição e seguir com o tratamento mais adequado.

 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como oftalmologista em São Paulo!

Comentários

Posted by Dra. Erika Uchida